CATECISMO DE SÃO PIO X | Sacramentos - Penitência _ parte I

CAPÍTULO VI - Da Penitência
§ 1o- Da Penitência em geral



1) Que é o Sacramento da Penitência?
R: A Penitência, chamada também Confissão, é o Sacramento instituído por Jesus Cristo para perdoar os pecados cometidos depois do Batismo.


2) Por que se dá a este Sacramento o nome de Penitência?
R: Dá-se a este Sacramento o nome de Penitência, porque, para obter o perdão dos pecados, é necessário detestá-los com arrependimento e porque quem cometeu uma falta deve sujeitar-se à pena que o Sacerdote impõe.


3) Por que este Sacramento se chama também Confissão?
R: Chama-se este Sacramento também Confissão, porque, para alcançar o perdão dos pecados, não basta detestá-los, mas é necessário acusar-se deles ao Sacerdote, isto é, confessá-los.


4) Quando Jesus Cristo instituiu o Sacramento da Penitência?
R: Jesus Cristo instituiu o Sacramento da Penitência no dia da sua Ressurreição, quando, depois de entrar no cenáculo, deu solenemente aos seus Apóstolos o poder de perdoar os pecados.


5) Como deu Jesus Cristo aos seus Apóstolos o poder de perdoar os pecados?
R: Jesus Cristo deu aos seus Apóstolos o poder de perdoar os pecados, soprando sobre eles, e dizendo: Recebei o Espírito Santo: àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados, e àqueles a quem os retiverdes serão retidos.


6) Qual é a matéria do Sacramento da Penitência?
R: Distingue-se a matéria do Sacramento da Penitência em remota e próxima. A remota é constituída pelos pecados cometidos pelo penitente depois do Batismo, e a matéria próxima são os atos do próprio penitente, isto é, a contrição, a acusação e a satisfação.


7) Qual é a forma do Sacramento da Penitência?
R: A forma do Sacramento da Penitência é esta: Eu te absolvo dos teus pecados.


8) Quem é o ministro do Sacramento da Penitência?
R: O ministro do Sacramento da Penitência é o Sacerdote aprovado pelo Bispo para ouvir confissões.


9) Por que o Sacerdote deve ser aprovado pelo Bispo?
R: O Sacerdote deve ser aprovado pelo Bispo para ouvir confissões, porque, para administrar validamente este Sacramento, não basta o poder da Ordem, mas é necessário também o poder de jurisdição, isto é, a faculdade de julgar, que deve ser dada pelo Bispo.


10) Quantas são as partes do Sacramento da Penitência?
R: As partes do Sacramento da Penitência são: a contrição, a confissão e a satisfação da parte do pecador, a absolvição da parte do sacerdote.


11) Que é a contrição ou a dor dos pecados?
R: A contrição ou a dor dos pecados é um desgosto da alma, pelo qual se detestam os pecados cometidos, e se propõe não os tornar a cometer no futuro.


12) Que quer dizer esta palavra contrição?
R: A palavra contrição quer dizer fratura ou despedaçamento, como quando uma
pedra é esmagada e reduzida a pó.


13) Por que se dá o nome de contrição à dor dos pecados?
R: Dá-se o nome de contrição à dor dos pecados, para significar que o coração duro do pecador em certo modo se despedaça pela dor de ter ofendido a Deus.


14) Em que consiste a confissão dos pecados?
R: A confissão consiste na acusação distinta dos nossos pecados ao confessor, para dele recebermos a absolvição e a penitência.


15) Por que é que a confissão se chama acusação?
R: Chama-se a confissão acusação, porque não deve ser uma narração indiferente, mas sim uma verdadeira e dolorosa manifestação dos próprios pecados.


16) Que é a satisfação ou penitência?
R: A satisfação ou penitência é a oração ou outra boa obra, que o confessor impõe ao pecador em expiação dos seus pecados.


17) Que é a absolvição?
R: A absolvição é a sentença que o Sacerdote pronuncia em nome de Jesus Cristo, para perdoar os pecados ao pecador.


18) Das partes do Sacramento da Penitência, qual é a mais necessária?
R: Das partes do Sacramento da Penitência, a mais necessária é a contrição, porque sem ela nunca se pode obter o perdão dos pecados, e com ela só, quando é perfeita, pode obter-se o perdão, contanto que esteja unida com o desejo, ao menos implícito, de confessar-se.


§ 2° - Dos efeitos e da necessidade do Sacramento da Penitência e das disposições para bem recebê-lo.


19) Quais são os efeitos do Sacramento da Penitência?
R: O Sacramento da Penitência confere a graça santificante, com a qual são perdoados os pecados mortais e também os veniais que se confessaram e de que haja arrependimento; comuta a pena eterna em temporal, da qual também é perdoada uma parte maior ou menor, conforme as disposições do penitente; faz reviver o merecimento das boas obras feitas antes de se cometer o pecado mortal; dá à alma auxílios oportunos para não recair no pecado e restitui a paz à consciência.


20) É o Sacramento da Penitência necessário a todos para se salvarem?
R: O Sacramento da Penitência é necessário, para se salvarem, a todos aqueles que, depois do Batismo, cometeram algum pecado mortal.


21) É bom confessar-se com freqüência?
R: Confessar-se com freqüência é coisa ótima, porque o Sacramento da Penitência, além de apagar os pecados, dá as graças necessárias para evitá-los no futuro.


22) Tem o Sacramento da Penitência virtude de per. doar todos os pecados, por muitos e grandes que sejam?
R: Sim, o Sacramento da Penitência tem virtude de perdoar todos os pecados, por muitos e grandes que sejam, contanto que se receba com as devidas disposições.


23) Quantas coisas são necessárias para fazer uma confissão bem feita?
R: Para fazer uma boa confissão, são necessárias cinco coisas:
1° exame de consciência;
2° dor de ter ofendido a Deus;
3° propósito de nunca mais pecar;
4° acusação dos próprios pecados;
5° satisfação ou penitência.


24) Que devemos fazer, antes de tudo, para bem nos confessarmos?
R: Para bem nos confessarmos devemos, antes de tudo, pedir de todo o coração ao Senhor que nos dê luz para conhecer todos os nossos pecados e força para os detestar.


§ 3° - Do exame de consciência


25) Que é o exame de consciência?
R: O exame de consciência é uma diligente investigação dos pecados que se cometeram, desde a última confissão bem feita.


26) Como se faz o exame de consciência?
R: Faz-se o exame de consciência trazendo diligentemente à memória, na presença de Deus, todos os pecados ainda não confessados, cometidos por pensamentos, palavras, obras e omissões contra os Mandamentos de Deus e da Igreja, e contra as obrigações do próprio estado.


27) Sobre que mais coisas devemos examinar-nos?
R: Devemos examinar-nos também sobre os maus hábitos e sobre as ocasiões de pecado.


28) No exame, devemos investigar também o número dos pecados?
R: No exame devemos investigar também o número dos pecados mortais.


29) Que é necessário para que um pecado seja mortal?
R: Para que um pecado seja mortal são necessárias três coisas: matéria grave, plena advertência e consentimento perfeito da vontade.


30) Quando há matéria grave?
R: Há matéria grave, quando se trata de uma coisa notavelmente contrária à Lei de Deus e da Igreja.


31) Quando há plena advertência no pecado?
R: Há plena advertência no pecado, quando se conhece perfeitamente que se faz um mal grave.


32) Quando, no pecado, há o consentimento perfeito da vontade?
R: Há no pecado, o consentimento perfeito da vontade, quando se quer fazer deliberadamente uma coisa, embora se reconheça que é culpável.


33) Que diligência se deve usar no exame de consciência?
R: No exame de consciência deve usar-se aquela diligência que se usaria em um negócio de grande importância.


34) Quanto tempo se deve empregar no exame de consciência?
R: Deve empregar-se no exame de consciência mais ou menos tempo, conforme a necessidade, isto é, conforme o número e a qualidade dos pecados que sobrecarregam a consciência, e conforme o tempo decorrido desde a última confissão bem feita.


35) Como se pode facilitar o exame para a confissão?
R: Facilita-se o exame para a confissão, fazendo todas as noites o exame de consciência sobre as ações do dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[...] não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz. - São Padre Pio de Pietrelcina.

CATECISMO DE SÃO PIO X | Sacramentos - Extrema Unção dos Enfermos

CATECISMO DE SÃO PIO X | Sacramentos - Ordem

Perguntas 10° Artigo do CREDO | Catecismo de São Pio X

Perguntas 8° Artigo do CREDO | Catecismo de São Pio X