Tremendas Trivialidades - notinhas G. K. Chesterton

Nunca se pode ter uma revolução para se estabelecer uma democracia. É preciso haver uma democracia para haver uma revolução.

Há pessoas que protestam que todos os grandes motivos históricos foram econômicos, e depois tem que a plenos pulmões para induzir a democracia moderna a atuar por motivos econômicos.

Estes dizem que a bebida leva à pobreza, aqueles que a pobreza leva à bebida. Só posso admirar-me de que qualquer dos lados se contente com explicações físicas tão simples.

Você não pode ver o vento; pode apenas ver que há o vento. Assim, também não se pode ver uma revolução; pode-se apenas ver que há uma revolução.

Quando quer catalogar uma biblioteca, descobrir o sistema solar ou qualquer ninharia desse tipo, (a nossa civilização) usa especialistas. Mas quando deseja realizar qualquer coisa que seja realmente séria, recolhe doze dos homens ordinários que estão por aí. O mesmo foi feito, se me lembro corretamente, pelo Fundador do Cristianismo (Jesus Cristo).

Quanto mais um homem olha para uma coisa, menos pode vê-la, e quanto mais aprende sobre uma coisa menos a conhece.



Todas as citações foram extraídas do Livro Tremendas Trivialidades de G. K. Chesterton.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Teologia do Corpo - Christopher West - Parte 1

Conhecer, Amar e Servir a Deus!

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X

CATECISMO DE SÃO PIO X | Dos Mandamentos que se referem ao próximo - Do oitavo Mandamento da Lei de Deus

Perguntas 7° Artigo do CREDO | Catecismo de São Pio X