Fatos da vida de São Francisco de Assis.

São Francisco de Assis


Uma noite, entrando São Francisco de Assis na pequena Igreja da Porciúncula encontrou-a toda iluminada. Admirado pelo prodígio, avançou de alguns passos, divisando, no meio do côro de anjos, Jesus com a Santíssima Virgem.
– Pede-me o que desejares, disse Jesus a Francisco.
– Senhor –, respondeu o Santo –, peço-vos que concedais o perdão a todos os fiéis que, arrependidos de seus pecados vierem rezar nesta Igreja.
Jesus concedeu, pela intercessão de Nossa Senhora, o grande privilégio, que foi depois confirmado pelo Papa Honório III. Chama-se atualmente perdão de Assis ou Indulgência da Porciúncula.
        Fonte: Catecismo ilustrado de São Pio X - 1955




Impressão dos ESTIGMAS de São Francisco

Dois anos antes da sua morte, São Francisco retirou-se para o monte Alverne, onde começou um jejum de quarenta dias em honra de São Miguel. Foi ai que, no meio de vigílias e duma incessante oração, ele viu um serafim de asas flamejantes, cujos pés e mãos estavam pregados a uma cruz, ao mesmo tempo que cinco chagas semelhantes ás de Jesus, se formavam nos seus pés, mãos e lado; da chaga do lado escorria sangue. Estes estigmas foram, depois, de tal modo bem verificados, que os franciscanos lhe celebraram a memória a partir do século XIV; o Papa Clemente IX, em 1669, estendeu esta festa a toda Igreja.

Missal Romano Quotidiano (Latim-Português) - 1963

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Teologia do Corpo - Christopher West - Parte 1

CATECISMO DE SÃO PIO X | Dos Mandamentos que se referem ao próximo - Do oitavo Mandamento da Lei de Deus

Conhecer, Amar e Servir a Deus!

Perguntas 7° Artigo do CREDO | Catecismo de São Pio X

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X