A Fé



"- Que pedes à Igreja de Deus?
- A Fé!
- Que te alcança a Fé?
- A vida eterna!
- Se queres entrar na vida eterna, observa os mandamentos."
(Diálogo de introdução ao Batismo)¹


O que é a Fé?
A Fé é uma virtude sobrenatural pela qual, apoiados sobre a autoridade de Deus mesmo, atraídos e ajudados por Sua Graça, tomamos por absolutamente verdadeiro tudo o que Ele revelou. 

A Fé pressupõe então uma revelação divina? Sim, A fé é a resposta do homem à Revelação de Deus.

Como Deus se revelou aos homens? Deus falou aos homens por Moisés, pelos profetas e, sobretudo, pelo seu Filho Unigênito, Nosso Senhor Jesus Cristo.

Quais são as verdades que o homem conhece graças a Revelação Divina?
Graças à Revelação, o homem conhece os atributos de Deus e sua essência trinitária; conhece também sua própria destinação eterna: a visão de Deus no céu. A Revelação lhe mostra, enfim, o caminho a seguir pra chegar a este fim: a observância dos Mandamentos de Deus e a recepção dos Sacramentos, que são os meios de salvação instituídos por Deus.

Por que se diz que a Fé é sobrenatural?
As Verdades Reveladas por Deus, que são o objeto da Fé, ultrapassam a capacidade natural da nossa inteligencia. Então, não é possível, sem um socorro divino, que se chama Graça, aderir a ela.

Que motivo nos faz aderir às Verdades Reveladas por Deus?
O motivo da Fé é unicamente a Autoridade de Deus que Se revela. Cremos nas Verdades de Fé porque Deus as afirmou e não porque delas teríamos conhecimento por nós mesmos. Cremos, por exemplo, na Santíssima Trindade ou na Divindade de Jesus Cristo não porque teríamos descoberto essas Verdades por nossa inteligencia, mas porque Deus no-las revelou assim.

Como a Fé nos é comunicada?
Uma Fonte da Fé é a Sagrada Escritura, ou a Bíblia. Ela se divide em duas partes: O Antigo Testamento, que contém a Revelação de Deus ao povo judeu antes da vinda de Cristo; e o novo testamento, que transmite explicitamente a Revelação Cristã.


O Concílio de Trento ensina que a Fé é "uma virtude sobrenatural pela qual, atraídos e ajudados pela Graça de Deus, cremos verdadeiramente o que Ele nos revelou, não porque essas coisas, consideradas à luz natural da nossa razão, se imporiam por si mesmas como verdadeiras, mas por causa da autoridade de Deus mesmo, que nos revela e que não pode enganar-Se, nem nos enganar" (DS 3008).²


A Fé portanto procede de fonte externa (vem de Deus) e não provém do auto sentimento ou da imaginação do fiel, que sente uma experiencia maravilhosa e passa a acreditar de maneira "imaginária" na existencia de um Deus. 


¹Missal Romano Quotidiano. Edições Paulinas. 1959.
²Catecismo Católico da Crise na Igreja. Editora Permanência. Pe. Matthias Gaudron - FSSPX. Impresso em 08 de dezembro de 2011 por ocasião da Festa da Nossa Senhora da Conceição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[...] não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz. - São Padre Pio de Pietrelcina.

Dos Mandamentos que se referem a Deus - Do segundo Mandamento da Lei de Deus | CATECISMO SÃO PIO X

CATECISMO DE SÃO PIO X | Sacramentos - Penitência _ parte I

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X

A Crisma - Introdução