Corpo Humano templo do Espírito Santo

"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus."

É verdade, nós não sabemos que nosso corpo é templo do Espírito Santo. Atualmente, com raridade reconhecemos a dádiva de Deus que é estar vivo.

O Corpo humano nos foi dado, no momento de nossa criação, a nosso corpo foi colocada a alma, e isso é que resume o corpo. O encontro da matéria que nos criou com nossa alma. Um dos grandes milagres de Deus, a junção de nosso corpo com nossa alma, no exato momento em que fomos criados. Se não fosse assim, não passaríamos de um bolo de carne, amorfos, jogados sobre um balcão como tantas pessoas tentam nos fazer acreditar que somos.
Não! Nosso corpo é formado de uma alma e de matéria. Ambos dados por Deus, no momento da nossa criação, pois se o homem e a mulher se juntaram e juntos formarão uma só carne. Essa junção entre homem e mulher, num ato perfeito, origina um terceiro elemento, igualmente perfeito, que recebe de Deus a dadiva da vida. Isto é o corpo que recebemos de Deus, alma e carne. 

Nosso corpo recebe de Deus, pelo batismo, o Espirito Santo, e desde então passa a habitar em nós o Santíssimo Espirito, e vive em nós, e nos transforma. Coloca em nós a vontade de seguir a Deus, de estar perto d'Ele, de pensar n'Ele, de dedicar tempo a Deus, de estar junto com Ele. Este é o Espirito Santo fazendo morada em nós, vivendo junto conosco, amando-nos e nos fazendo amar.

Guardamos dentro de nós este Espírito, que nos foi dado no Batismo, que é reafirmado através do Santo Crisma, e que nos alimenta pela Comunhão com o Corpo e Sangue de Cristo. Ali, na Santa Comunhão, nosso corpo, nosso sangue e nossa alma são alimentados para conseguir resistir as dificuldades e dores deste mundo, e mantermos-nos firmes na fé, com a esperança de um dia nos juntarmos a Deus.

Todavia, pecamos, e para infelicidade nossa, muitas vezes que pecamos, sentimos a dor na carne. Sentimos a dor na carne, pois o Espirito Santo que recebemos de Deus rejeita o pecado, e com isso, ofendemos a Deus e nos sentimos doentes. Ficamos espiritualmente e fisicamente doentes, cada vez que pecamos. Se nos livramos do pecado o mais rapidamente possível, retornamos a comunhão com Deus, se não fazemos, começamos a quebrar a comunhão com ele e nos sentimos então muito mal. O mundo perde o sabor, a vida adquire um cinza, nada mais faz sentido, tudo fica estranho. Passamos a enxergar a vida como um experimento maligno onde nada presta, nada mais faz sentido. Muitos adquirem a depressão, outros desenvolvem doenças estranhas, inexplicáveis, as vezes físicas, psicológicas as vezes psicossomáticas. Sem explicação. 

Inventamos teorias absurdas sobre comidas magicas, alimentos para evitar câncer, remédios, dietas, poluição, o mundo etc. Nada resolve. A morte se aproxima de nosso corpo pois já deixamos de ser templo do Espirito Santo a muito tempo, a muito tempo perdemos a comunhão com Deus e com seu Espirito. Jesus disse:
"E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo. (Mateus 10:28)"

Muitas vezes pensamos que se trata do demônio, aquele que pode fazer perecer nossa alma no inferno. Este é o pecado.

Interessante também na frase de São Paulo entender que ele explica que nosso corpo não foi feito para a fornicação, não foi feito para os prazeres temporais deste mundo, não foi feito para viver na gula, na ganancia, mas ele diz que nosso corpo foi feito para glorificar e adorar a Deus, pois é a ele que pertencemos. 

Muitas vezes as pessoas perguntam a cerca das tatuagens. Podemos fazer tatuagem e marcar o nosso corpo? Não podemos. 
Como filhos de Deus deveríamos ser limpos, sem marca, sem nenhuma mancha. Assim é que deveríamos nos apresentar diante de Deus. E aqueles que não estão limpos deveriam ter suas vestes lavadas no sangue do cordeiro, e então seriamos revestidos de um branco inigualável. 

As tatuagens representam uma consagração a entidades espirituais decaídas, os demônios. As tatuagens são comuns em tribos do antigo testamento onde registro bíblicos dão conta de sacerdotes que marcavam o corpo em sinal de consagração. No momento que o corpo é marcado uma aliança com uma entidade é celebrada, ali se aprisiona o corpo e alma. 

Outrora éramos livres de qualquer mancha, de qualquer aliança, e éramos livres para adorar a Deus. Então nos comprometemos, fomos manchados. Entregamos nosso corpo nas mãos de um tatuador, para que ele faça o que bem entender, faça um desenho. Deitamos numa maca, numa cama, num local cheio de figuras e imagens obscuras, ao som de uma música demoniaca (rock ou nova era), muitas vezes com incensos e velas, os tatuadores são espiritualizados, é o que pensamos.

Agora, se o corpo é o templo do Espírito Santo, não deveríamos nos sentir livres para marcar nosso corpo ao bel prazer. Não seria parte de um pensamento que busca visar Deus, ter marcas em seus corpo, transformaríamos então nosso corpo em uma parede pichada. Deus quer todos os seus filhos livres, livres para adorar a Ele. E na nossa liberdade, escolhemos por Deus, nos voltamos a Ele, porque o amamos. 

O demônio é o grafiteiro da criação de Deus, é o pichador da obra de Deus, é o plagiador da criação. O que Deus fez ele quer colocar o nome dele. O que ele não consegue controlar ele quer manchar, ele quer sujar, e dizer a Deus:  "Viu o que eu fiz com sua criatura, ela se entregou a mim, para que eu pudesse sujá-la".

Somos o templo do Espirito Santo. Um templo deve ser limpo, cuidado, honrado, internamente o templo ou o corpo, deve ser ele mesmo, local de adoração a Deus. Não pode ser entregue a qualquer tipo de sujeira, nem tatuagem, nem sexo desenfreado, nem nenhum tipo de veneno. 

No Brasil, foram registradas mais de 50 mil mortes por motivo de violência. Agressão contra os templos do Espirito Santo, contra a criação de Deus. Vivemos sob ataque constante dos seres das trevas, não sabemos nem porque. A vida humana custa pouco no Brasil. Atualmente, a violência vem de todos os lados, são pessoas viciadas em drogas, são pessoas que atuam em prol de uma milicia que controla o crime, são pessoas desesperadas que não sabem o que fazer, ou ainda, são ladrões profissionais que roubam por que precisam roubar. Todas esses ataques, dizimam o povo de Deus.

Falemos da ingestão de substancias entorpecentes, a pessoa começa usando drogas e termina sendo usado por elas. As pessoas deveriam controlar seus corpos, mas se entregam ao controle de uma substancia química. Esta substancia o domina, o controla e o torna dependente. A liberdade é perdida, a pessoa deixa de ter o autodomínio do corpo e passa a depender física e espiritualmente da substancia. O ser passa a ser utilizado então para viver unica e exclusivamente para o uso das drogas. No uso das drogas se esquece de Deus, esquece-se de si mesmo, perde a comunhão com Deus. A pessoa então se deprime e pede pela morte. Tenho um tio que me disse certa vez: Eu queria controlar a droga, mas no fim, é ela que me controla. Eu não posso chegar perto.

Os jovens tem por característica, o extremismo, infelizmente os jovens tem sido extremos em participar de festas, ter relações sexuais descontroladas, o uso de drogas cada vez mais fortes, por fim, resta muito pouco da pureza do jovem para que ele possa voltar a ter sua conexão com Deus. É uma pena, pois vivemos o uso indevido do corpo em todas as instancias, depois não entendemos de onde vem tantas doenças, canceres, molestias de todo tipo, doenças psicológicas. 

Para tentar explicar o que se produz dentro do corpo, o Espirito Santo de Deus que habita em nós é um ser extremamente puro, ao inserirmos em nosso corpo essa o pecado, drogas, uma reação adversa é produzida de forma que ficamos doentes, deprimidos, ou simplesmente não entendemos o que se passa e então ficamos simplesmente confusos, desnorteados. O Espirito deveria nos unir a Deus, mas quebramos de toda forma esta união, perdemos o sentido do sagrado e passamos a profanar e a destruir nosso próprio ser. O nosso corpo, nossa alma e o Espirito de Deus que em nós habita. 

Peçamos então a Deus, poder respeitar nosso corpo, nosso ser, o Espirito de Deus que dentro de nós habita, para que possamos, munidos deste Espirito, ter a plena comunhão com Deus de forma a contemplarmos o céu, e em Espirito e em Verdade, poder adorar a Deus.

E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. (Apocalipse 7:14)
Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade (na Jerusalém celeste) pelas portas. (Apocalipse 22:14)
Em última analise, e aqui finalizo, não há dissociação entre corpo e alma, como afirmam algumas religiões. Quero dizer, corpo e alma não se separam posto que formam o mesmo individuo, sendo que, no céu o corpo que possuímos na terra será o mesmo que possuiremos no céu. Por isso, apresentamos a importância de resguardar o corpo com todo cuidado e amor. 
Pois nosso Senhor Jesus, depois de ter morrido na Cruz, ressuscitou, apareceu a seus discípulos e no momento de duvida de Tomé "Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente".(João 20:27)
Fosse apenas um Espirito aquilo que apareceu aos discípulos, não diria coloque a mão do meu lado, pois que Espirito não se forma de matéria. E ainda assim recordemos que quando foi elevado ao céu, o que subiu ao céu foi o corpo de Jesus - carne, ossos e alma - e não apenas a alma que foi elevada ao céu.

Portanto caros leitores, isso justifica nosso crença de que devemos fazer:
as orações para fortalecer a alma, aproximá-la de Deus;
O jejum para aumentar nossa resistência ao pecado, aquele que mata o corpo e a alma;
A Penitencia para purificar tanto corpo como a alma;
E a comunhão, de forma que nos mantemos ligados a Cristo intimamente vivendo assim a esperança de, um dia, com corpo e alma, viver no céu junto com nosso Senhor.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[...] não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz. - São Padre Pio de Pietrelcina.

CATECISMO DE SÃO PIO X | Sacramentos - Penitência _ parte I

Dos Mandamentos que se referem a Deus - Do terceiro Mandamento da Lei de Deus | CATECISMO SÃO PIO X

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X

Dos Mandamentos que se referem a Deus - Do segundo Mandamento da Lei de Deus | CATECISMO SÃO PIO X