Qual a diferença entre Batismo e Confirmação?




 Qual a diferença entre o Sacramento do Batismo e o Sacramento da Confirmação?

Nossa visão, olhando para ambos os sacramentos, nos fará supor que o batismo é feito pelo Espírito Santo e a Confirmação também. O Batismo nos conecta a Deus e o Sacramento da Confirmação também. Ao receber o Batismo somos marcados por Deus, ao recebermos o Crisma também, então a pergunta é: qual a Diferença entre estes dois Sacramentos?
Inicia-se a sugestão de que existem dois batismos distintos ( e aqui pela linguagem da Igreja Católica diz-se sacramentos) quando João Batista, para justificar seu ministério e esclarecer a diferença entre o dele e de Jesus, disse então:
“Eu vos batizo com água, em sinal de penitencia, mas aquele que virá depois de mim é mais poderoso do que eu e nem sou digno de carregar seus calçados. Ele vos batizará no Espirito Santo e em fogo”. (Mateus 3, 11)

É interessante ressaltar que após a fala de João Batista, que foi transcrita acima, o episódio seguinte narrado por São Mateus foi exatamente o batismo de Jesus, inclusive a parte onde Deus se manifesta como uma voz dizendo que aquele era o filho dele muito amado. Note que esta foi a primeira manifestação direta de Deus nos evangelhos pois todas as outras só haviam sido realizadas por meio de anjos. Veja abaixo:

“Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água, eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espirito de Deus. E do céu baixou uma voz: “Eis meu filho muito amado em quem ponho minha afeição”. (Mateus 3, 16-17)

     

             Veja que o céu se abriu para contemplar aquele momento e a voz de Deus se fez ouvir naquele momento, Deus acolhendo e reconhecendo a Jesus como filho. Nestes dois textos se devem esclarecer muito bem três pontos:
1-    O batismo de João Batista era feito nas pessoas para que elas pudessem ser reconhecidas como filhos de Deus.
2-    Ainda que ocorresse o batismo ministrado por João Batista, há a necessidade de um outro batismo, se não ministrado pelo próprio Jesus, mas feito à mando de Jesus, como o próprio Jesus explicou posteriormente aos seus discípulos
3-    O batismo de João Batista primava pela remissão e arrependimento e para que os filhos de Deus pudessem ter inicio em sua vida, não mais como pagãos e pecadores, mas integrados ao coração de Deus como Seus filhos.

Então, o Espírito Santo atua na humanidade exercendo três funções primordiais:

1.    Dar a vida;
2.    Levar a vida à santidade; e
3.    Operar durante a nossa vida curas e milagres, juntamente com o Pai e o Filho;

Como já foi dito anteriormente, o espírito da justiça e da verdade vos fará alcançar a justiça e a verdade. Sendo assim, a definição precisa para diferenciar os sacramentos é a de que no batismo o Espirito Santo dá a vida, enquanto que no sacramento da Confirmação, somos levados à plenitude do amor de Deus. Nessa caminhada, entre nosso nascimento para a vida com Deus e a santificação da alma para a plenitude o Espirito intercede por e em para que se possa permanecer em Deus.

Simplificando, o Batismo ministrado por João Batista nas águas do Rio Jordão ou o Batismo das águas é deixado para iniciar a vida em Deus enquanto a confirmação do Batismo ou o Batismo do Espirito dito e pedido por Jesus é deixado para que se possa aproximar de Deus e permanecer nele à luz da Verdade e da Justiça divina.
O Catecismo da Igreja Católica define que o Sacramento da Confirmação, juntamente com o Batismo e a Eucaristia constitui o conjunto dos “sacramentos da iniciação cristã” cuja unidade deve ser salvaguardada. Por isso a recepção do Sacramento da Confirmação é necessária à consumação da graça batismal. (Catecismo 1285)
No livro dos Atos dos Apóstolos escrito por São Lucas, aparecem algumas menções da diferença entre Batismo e Confirmação por imposição das mãos. Como ambos se tratam de sacramento da confirmação algumas vezes a ordem era alterada dada a situação, no entanto, enfatiza-se que é necessário que se tenha o Batismo e a Confirmação:

“Então Pedro tomou a palavra: “Porventura, pode-se negar a àgua do batismo a estes que receberam o Espírito Santo como nós?” e mandou que fossem batizados em nome de Jesus Cristo. Rogaram-lhe então que ficasse com eles por alguns dias.” (Atos 10, 47-48).

            Este fato ocorreu quando Pedro está em Cesaréia a pregar para os pagãos quando o Espirito Santo veio sobre eles (neste momento temos a referencia ao Sacramento que hoje chamamos de confirmação) e Pedro vendo que Deus derramou sua graça sobre eles, também lhes batizou em nome de Jesus como diz a sagrada escritura.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[...] não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz. - São Padre Pio de Pietrelcina.

CATECISMO DE SÃO PIO X | Sacramentos - Penitência _ parte I

Dos Mandamentos que se referem a Deus - Do terceiro Mandamento da Lei de Deus | CATECISMO SÃO PIO X

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X

Dos Mandamentos que se referem a Deus - Do segundo Mandamento da Lei de Deus | CATECISMO SÃO PIO X