Estrutura Familiar Judaica

78i
Boa-tarde a todos, a paz de Jesus.

Outro dia, durante uma pregação a um grupo fechado, surgiu uma questão a respeito dos possíveis Irmãos de Jesus. 
Abaixo, um organograma simples demonstrando os níveis de parentesco, inclusive com citações bíblicas para melhor evidenciar.

Logo, vamos produzir, com base nas sagradas estruturas a composição da Família, baseada no livro de Mateus, onde fica evidente a filiação de Jesus e sua pertença a Casa de Davi.

Muitas pessoas perguntam se Maria teve outros filhos baseando-se na passagem citada em Mateus, Capitulo 12, versículo 27 que diz assim: "Eis que tua mãe e teus irmãos estão fora e procuram falar-te." e Jesus responde perguntando: Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?"

Como existe um perigo na interpretação equivocada da Bíblia eu alerto para um cuidado, pois no Livro de Marcos, Capitulo 10, versículo 47 um cego diz: "Filho de Davi, Jesus, tem compaixão de mim!"
Agora se você não se atentar bem, em uma passagem alguém fala que a mãe e os irmãos, na outra passagem diz que Jesus é Filho de Davi, logo Davi, O Rei, seria o pai de Jesus. Certo?
O pequeno grande problema dessa afirmação a cerca de Davi está que era impossível que Davi fosse o pai de Jesus por uma razão muito simples, Davi viveu no período que seria aproximadamente entre 970 a 1010 anos antes do nascimento de Jesus. Uma pesquisa mais detalhada a cerca da vida de Davi, irá retornar a você que Davi teve muitos filhos, nenhum deles se chamou Jesus. 

Utilizaremos dois quadros para explicar a filiação de Jesus e sua estrutura.

Primeira Pergunta: Jesus teve outros irmãos carnais? Resposta não. Veja abaixo:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Teologia do Corpo - Christopher West - Parte 1

CATECISMO DE SÃO PIO X | Dos Mandamentos que se referem ao próximo - Do oitavo Mandamento da Lei de Deus

Conhecer, Amar e Servir a Deus!

[...] não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz. - São Padre Pio de Pietrelcina.

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X