Pastoral dos Adolescentes
Formação de Catequistas Crisma 2004
Tema: Santidade. Não é só para os Sacerdotes.

Um termo muito utilizado hoje, em muitas palestras, momentos de oração, 

creio eu que seja uns dos momentos em que se fala mais se fala aos 
jovens de Santidade, PHN, Vida de Santidade etc., muitas dessas palestras 
tentam mostrar ao jovem que eles podem ser como os Santos, isso mesmo, 
aqueles que estão no altar, famosos como São Bento, São Vicente, São 
Francisco, São Benedito entre outros. Mas vejamos, antes de nos 
aprofudarmos nesse questionamente existem algumas perguntas que nós precisamos 
nos fazer. Por exemplo: Por que temos que ser santos? Por que 
simplesmente nós católicos não continuamos nessa vida desregrada, longe dos 
ensinamentos, e dentro da Igreja e nos contentamos com isso como um jeito de 
quem diz: Eu não preciso ser como Deus! Ou então Jesus é Deus e eu não 
posso me comparar à ele! Ou ainda pior o que eu tenho que ver com isso? 
Para responder a essas e outras perguntas do tipo nós temos qu recorrer 
a um instrumento muito útil...a Bíblia.

Segundo São Pedro na sua primeira carta nós devemos ser santos como nosso Pai do céu é santo,
'Pois eu Sou o Senhor seu Deus, vós vos santificareis e sereis santos, por que eu Sou Santo"(Levitico 11,44). Isso mostra-nos claramente o grau de Santidade que devemos atingir.
Imagine Deus, nós que somos católicos que acreditamos e queremos alcançar a salvação reservada a nós pelo batismo, nós devemos perseguir essa santidade todo tempo, pois se Deus é Santo significa que ele é puro,e umas das coisas que Ele nos ensina é que primeiro devemos ser e só depois devemos pedir para que os sejam.
Essa exigencia nós é feita aos humanos desde o começo dos Tempos, desde de o inicio com Adão, onde cria o homem para o fazer participar de sua graça santificante, como define o catecismo. Depois em Noé quando destrói toda a Humanidade e faz surgir uma nova aliança de Santidade (Pureza).
É estranho pensar nisso, pois, temos um corpo físico que busca a todo o momento se satisfazer de maneira prazerosa, e se pensarmos como pode ser difícil conciliar as duas coisas, desejo físico e santidade espiritual, começaremos a pensar que essa tarefa de ser Santo está um pouco distante de nossa realidade. Veja o peso dessa frase: "Sede Santos pois vosso Pai do Céu é Santo!" , vou colocar aqui algumas barreiras, Deus é Deus e isso já basta, eu não posso me comparar a Deus, nem você também, ele é perfeitíssimo, puríssimo, onipresente, onisciente, sabe tudo, tudo vê, e não possui as minhas fraquezas e inclinações ao pecado, então o que Deus faz mediante a toda essa indagação?
Qual Sua resposta às nossas perguntas?
Uma das brilhantes citações bíblicas foi escrita e ao mesmo tempo a mais rica espiritualmente foi escrita pos São Paulo aos Filipenses:"Dedicai-vos mutuamente a estima que se deve em Cristo Jesus. Sendo ele de condição divina não se prevaleceu de sua igualdade com Deus. Mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhando-se aos homens."
Nessa fantástica citação, São Paulo nos mostra que Jesus sendo homem como nós, nascido de uma mulher, venceu a morte, o pecado, as fraquezas da carne "O espirito está pronto mas a carne é fraca!"(Mateus 26, 41), as dores que o maltrataram no alto da cruz e durante todo o seu calvário, a solidão foi vencida por Jesus, e mais que isso Ele veio nos dizer que é possível chegarmos ao nosso objetivo inicial que é a Santidade, não importa o quão fracos nós nos sentimos, é possível, e Deus através de Jesus vem nos provar isso.
Muitas vezes pensamos que a santidade é somente para os Sacerdotes, ou para os Bispos, que ela não pode ser implantada na nossa vida e assim vivida, pois bem meus amigos, uma oração
eucarística nos diz assim: "Afim de vencer a morte e reunir um povo Santo em vosso louvor, ele abraçou a morte..." e tem aquele que nós já refletimos, "..sereis santos por que Eu Sou Santo!". Mas vale dizer que para os que creem a Santidade é uma obrigação, para os que não creem uma opção! E exemplos de como devemos viver e alcançar essa santidade e nos tornamos um povo santo, foi nos apresentada através do sangue do mártires, das lágrimas de Santa Mônica(mãe de Santo Agostinho), e na vida dessa multidão de Santos que povoam o Céu e oram incessantemente por nós e pela nossa Igreja, afim de que nós sejamos também Santos e nos associemos aos seus louvores junto com os Anjos cantando glórias e louvores eternamente ao Santo dos Santos.
Finalizo com o desejo de que busquem de todo o coração o amor desse Deus, visto que todos nós acreditamos, e segundo o Catecismo da Igreja Católica: "a razão pela qual nós fomos criados por Deus foi para Adorá-lo e participar da sua graça salvífica"
Serás o nosso Deus e nós seremos o Teu povo, e O adoraremos a Deus de todo o coração e de toda a nossa alma.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[...] não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz. - São Padre Pio de Pietrelcina.

Dos Mandamentos que se referem a Deus - Do segundo Mandamento da Lei de Deus | CATECISMO SÃO PIO X

CATECISMO DE SÃO PIO X | Sacramentos - Penitência _ parte I

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X

A Crisma - Introdução