Teologia do Corpo - Christopher West - Parte 1

A Teologia do Corpo - Papa João Paulo II

Christopher West
 
Dou as boas vindas ao nosso orador de hoje, Christopher West, é certamente, no mundo, a pessoa que mais tem divulgado a Teologia do Corpo do Papa João Paulo II. De modo muito acessível.

Ele é teólogo da Diocese de Denver, é casado, tem três filhos. Tem uma experiência notável que por ventura abordará em sua palestra. Uma experiência de vida. Andou por caminhos bem afastados da Igreja, da Doutrina da Igreja sobre a sexualidade e ao encontrar Deus e ao encontrar Deus e ao encontrar a Teologia do Corpo do Papa João Paulo II, tudo isso mudou. Eu tenho lido suas obras, e de uma maneira especial "A Teologia do Corpo Explicada" é um livro notável em que escalpuliza o esquete caso do Papa João Paulo II; Um outro mais pequeno mas muito importante tambem pros casais "Good news about sexy and marriage" (Boas Notícias sobre sexo e Casamento), tem tambem em gravações "Naked without shame" e em cd and crashcors of Theology of the Body is like that. é certamente uma honra e um prazer tê-lo aqui. e vamos então passar a ouvi-lo.

- Christopher...

- Bom-dia!
Não tenho a menor ideia do que ele acabou de dizer. Eu espero que tenha sido bom.

É uma alegria para mim estar em Portugal, partilhando com vocês está bela visão de João Paulo II, conhecida como Teologia do Corpo. E a vossa pátria Portugal, é mais importante para esta mensagem do que vocês possam imaginar.
Amanhã estarei como peregrino a caminho de Fátima e eu estou muito entusiasmado para ir até lá por conta da ligação entre Fátima e a Teologia do Corpo do Papa.

Nossa Senhora de Fátima
Eu estou certo de que como bons Portugueses Católicos vocês conhecem bem a mensagem de Fátima. Em resumo, que a Rússia iria espalhar inúmeros erros ao redor do mundo se os homens e as mulheres não se arrependessem e corrigissem. E um dos maiores erros que o comunismo espalhou ao redor do mundo foi a destruição da família. 
Também há profecias, através dos videntes de Fátima, de que um dia viria um Papa que seria o instrumento para desfazer os danos provocados pela Rússia. Temos todas as razões para acreditar que se trata do Papa João Paulo II.

O primeiro projeto de catequese do pontificado de João Paulo II era mostrar-nos esta Teologia do Corpo. Trata-se de uma série de 129 audiências de quarta-feira que ele proferiu entre Setembro de 1979 e Novembro de 1984. Em 13 de maio de 1981, no meio de sua série de quarta-feira, Festa de Nossa Senhora de Fátima, ele foi alvejado na Praça de São Pedro. A caminho - presumimos - de proferir mais uma de suas palestras que iriam constituir a Teologia do Corpo. E, mais significativamente, naquele dia de 13 de maio de 1981, o Santo Padre ia anunciar a fundação do Instituto João Paulo II para Estudos sobre Matrimonio e Família; o qual, em certo sentido, é o único responsável pela divulgação da Teologia do corpo pelo mundo. Houve forças em movimento - eu diria - que não queriam que aquele Instituto existisse.
Não queriam que essa Teologia do Corpo fosse divulgada pelo mundo.

Quando o Santo Padre recuperou dos ferimentos de bala, ele subsequentemente devotou e dedicou o Instituto João Paulo II à proteção de Nossa Senhora de Fátima. Por isso, eu diria que Nossa Senhora de Fatima está intimamente envolvida – eu diria – na divulgação desta Teologia do Corpo pelo mundo, como um antídoto para os erros que se espalharam pelo mundo e que trouxeram a destruição da família.

Está manha, a minha primeira apresentação, é uma introdução à Teologia do Corpo, como um novo contexto para compreender a encíclica Humanae Vitae.

Há alguns anos atrás, um Cardeal europeu, surpreendeu muitas pessoas quando sugeriu que o ensinamento da Igreja sobre a contracepção estava muito em baixo em uma lista de prioridades das questões a discutir no mundo moderno. Comparem essa declaração com o que o Cardeal Karol Woityla disse justamente dois meses antes de se tornar papa em 1978, por ocasião do 10º aniversário da Humanae Vitae.

Ele disse que os ensinamentos contidos na Humanae Vitae são uma luta pelo valor e significado da própria humanidade. Reparem no titulo da encíclica. Não é chamada a ‘encíclica do controle de natalidade’, como a mídia queria que pensássemos, mas é chamada ‘Da Vida Humana’, porque esse documento é uma reflexão sobre o significado da vida humana.

Pense como estão entrelaçadas a união conjugal e a relação sexual com a existência e a realidade da vida humana.

Por favor, levante seu dedo quem existiria sem uma união sexual.
As questões de moralidade sexual vão mais fundo do que geralmente se pensa. Tocam na autentica realidade do significado da existência humana.
Não só vocês são resultado da união sexual dos vossos pais, mas voltem atrás qualquer numero de gerações 100, 200 ou 300 gerações, escolha qualquer numero e remova uma união sexual na sua arvore genealógica e vocês não existiriam.
Nem ninguém que descende dessa geração da arvore genealógica. O mundo seria um lugar diferente.
Eu dou-me ao luxo de ganhar a vida a falar de sexualidade, a pensar sobre sexualidade, a escrever sobre sexualidade, por isso há coisas estranhas que despertam em mim nas horas da noite em que não consigo dormir. Cheguei a conclusão que a história humana é literalmente determinada por quem faz sexo com quem.

Vocês estão me acompanhando?
Isto não é apenas uma verdade biológica, esta verdade biológica tem profundas implicações teológicas.
Deus foi quem nos criou assim. E tão eficazmente, voltem atrás na sua própria linhagem 100, 200, 300 gerações – escolham qualquer número – e insiram uma união 'contraceptada' na sua arvore genealógica e vocês não existiriam, nem ninguém que descende daquele ponto em diante da arvore.
O mundo seria um lugar diferente, a Historia seria diferente.
É por isso que João Paulo II disse que o ensinamento contido na Humanae Vitae é uma luta pelo valor e significado da própria humanidade.
É por isso que ele disse em seu livro ‘Amor e Responsabilidade’ que a confusão a respeito da moralidade sexual envolve um perigo maior do que geralmente se pensa.
O perigo de confundir os principais caminhos da existência humana.
O objetivo de João Paulo II no seu pontificado é ajudar a Igreja e o mundo a construir uma cultura ‘da vida humana’, Humanae Vitae.

No entanto, ele sabe que se quisermos sair dessa cultura de morte e construir uma cultura de vida, não há nenhum ponto de partida mais verdadeiro do que a restauração do plano de Deus da união do homem e da mulher numa só carne.

Continua...




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CATECISMO DE SÃO PIO X | Dos Mandamentos que se referem ao próximo - Do oitavo Mandamento da Lei de Deus

Conhecer, Amar e Servir a Deus!

[...] não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz. - São Padre Pio de Pietrelcina.

Perguntas 12ª Artigo do CREDO | Creio na Vida Eterna, amém. | Catecismo de São Pio X